“Tempo de Cinza” – novo livro de Manuel Filipe

O Manuel Filipe lançou o seu novo livro de poemas, “Tempo de Cinza”, com edição da Apenas Livros e um prefácio de Urbano Tavares Rodrigues donde retiro que “Tempo de Cinza, de Manuel Filipe, é um livro maduro, que descobre, concentra e fixa emoções, revelações, factos a que nem sempre é estranha a dor. Breviário do vivido, fortemente ligado à referência, mas que a sujeita àquele processo alquímico que já os simbolistas chamavam o «mistério da poesia».”

Entre tantos possíveis escolhi, não aleatóriamente, para aqui vos deixar, o poema “Epitáfio”:

Mais do que um presságio,
houve um contrato efémero
que não pudeste ler:
-Arder é apanágio,
de quem ousa nascer.

~ by Dionisio Leitão on June 9, 2007.

 
%d bloggers like this: