dá-me lume

Clicar na imagem para ver em tamanho maior

– Dá-me lume.
– Toma lá o isqueiro.
– Preferia acender no teu como na canção do Adriano.
– Porquê? A guerra colonial acabou há 30 anos lembras-te?
– Lembro, mas gosto de pensar que ainda há amigos daqueles que acendiam os cigarros de uns nos dos outros. Não era a despedida, não era o poupar do fósforo ou da gasolina do Zippo, era o significado que interessava. “Acender no meu o teu cigarro”.
– Deixa-te de paneleirices estragava-te o cigarro. Toma lá com o isqueiro.

Dionisio Leitão

~ by Dionisio Leitão on August 1, 2007.

 
%d bloggers like this: