murmúrios ventos de Jorge Casimiro

O Jorge Casimiro vai apresentar no próximo dia 27 pelas 18.30 horas, quinta-feira, na Casa Fernando Pessoa o seu último livro de poemas – ver aqui e aqui o que já publiquei sobre esse livro. Como me faltavam as imagens e alguns detalhes achei que nada melhor do que trazer para aqui as palavras do Jorge Castro (desculpa lá o mau jeito) que dizem tudo:

do amor e do vento
guardo estrépitas memórias

talvez sejam gaivotas

Jorge Casimiro é, entre múltiplas outras coisas e actividades, um poeta. O seu livro murmúrios ventos – de onde se colhe o poema de abertura – tem-me acompanhado em muitos deambulares cúmplices, por entre sessões onde tanto me apraz a sua companhia.

Alguém que abraça o universo sem temer o infinito e colhe das pequenas flores da vida o intemporal de saber que talvez seja passado / o tempo de dizer-te adeus… Um livro amante, cheio de lucidez e desassombro e, ainda assim, de amar.

No próximo dia 27 de Setembro, pelas 18,30 horas, na Casa Fernando Pessoa, em Campo de Ourique, Lisboa, decorrerá uma apresentação de murmúrios ventos. Contando com ilustrações de Ana Casimiro, eis uma boa oportunidade para o sentir como brisa fresca. Por lá estaremos…

Apresentação: Francisco José Viegas
Músicos: João Lucas (piano), António Jorge Marques (flauta transversal)
Declamadores: Ana Lúcia Palminha, Tânia Leonardo, António Jorge Marques, Jorge Castro, Pedro Laranjeira

Casa Fernando Pessoa
Rua Coelho da Rocha, nº 16
1250-088 – Lisboa Portugal

Telf: + 351 21 391 32 75

www.mundopessoa.blogspot.com

P.S. O meu agradecimento ao Jorge Casimiro, pessoa por quem tenho a maior admiração, pelo convite.

~ by Dionisio Leitão on September 25, 2007.

 
%d bloggers like this: